5 dicas incríveis de como diminuir as espinhas no rosto

7 minutos para ler

Não pense que sofrer com espinhas é um problema exclusivo dos adolescentes! O que causam essas inflamações superchatas são, na maioria das vezes, os hábitos ruins. Se você sempre precisa “dar um jeitinho” com corretivos e afins para esconder esses machucadinhos, vai gostar das nossas dicas sobre como diminuir as espinhas. 😉

Você até recorre às mandingas e simpatias, mas as espinhas nunca dão uma trégua? Não precisa desanimar, muito menos achar que a sua pele não tem jeito: estamos aqui para ajudar na missão e, para isso, preparamos dicas que, com toda certeza, fazem a diferença na saúde e aparência da derme.

Pronta para ficar ainda mais gata? 😻 Então continue acompanhando a leitura!

O que são as espinhas e por que elas aparecem?

As espinhas — além de chatas e inconvenientes — são inflamações das glândulas sebáceas. Não é à toa que elas tanto aparecem na pele dos jovens e adolescentes: um dos fatores que propiciam a inflamação são os problemas de desregulagem hormonal.

Mas não é só isso que ajuda no aparecimento dessas inflamaçõezinhas: períodos de preocupação e estresse, uma rotina alimentar incorreta 🍟🍔 e até a genética influenciam diretamente no problema. Já percebeu que para tratar as espinhas os cuidados devem ir além da pele, não é?

Quais cuidados ajudam a reduzir as espinhas e deixar a pele mais bonita?

Não importa se você é adepta das maquiagens baphônicas, contornos, bases e pó ou se prefere manter o rosto natural: sabemos que, se clicou no link deste post, o seu objetivo é conquistar uma pele ainda mais incrível — e nessa festa, as espinhas não são convidadas.

É claro que, em relação às inflamações da cútis e reconhecendo o que possivelmente está provocando isso tudo, o ideal é sempre consultar um dermatologista de sua confiança. Mas há algumas coisinhas que você pode fazer para melhorar e até resolver esse problema com as espinhas. Dê uma olhada nessas sugestões!

1. Limpe corretamente a pele

5 dicas incríveis de como diminuir as espinhas no rosto
                      1.  passo fundamental para diminuir as espinhas é investir em uma limpeza de pele completa 

O acúmulo de sebo e impurezas sob a pele pode obrigar você a dizer adeus à textura lisinha do rosto e do corpo (pois é, as espinhas nas costas são mais comuns do que você imagina). Para continuar firme e forte com os planos de pele de pêssego 🍑, vale assumir alguns hábitos de limpeza, como:

  • substituir o sabonete comum por um específico para peles com acnes (os de enxofre ou com ácido salicílico são ótimas pedidas);
  • nunca, jamais, em hipótese alguma dormir de maquiagem💄;
  • fechar os poros com ajuda de um tônico adstringente;
  • incluir limpeza com água micelar;
  • esfoliar a pele acnéica semanalmente.

É comum que durante esse processo de limpeza — quando se está na frente do espelho e cara a cara com as espinhas — a vontade de espremê-las apareça, mas ATENÇÃO 📢: não aperte nem as estoure! A não ser que você deseje uma pele, além de com espinhas mais inflamadas, cheia de marcas e cicatrizes.

2. Conquiste uma pele hidratada

Um dos erros mais comuns de quem sofre com espinhas é achar que deve se manter longe de hidratantes. É importante saber que obons produtos, incluindo os hidratantes, não contribuem com o aparecimento de acnes, mas que trabalham para manter a pele mais saudável 😁, independentemente se for mista, seca ou oleosa.

Outra forma de garantir a hidratação do corpo e, consequentemente, da pele, é tomar água 💦: é recomendado que se tome, no mínimo, 1,5 litro diariamente. Relacionando esses dois pontos, você já pode começar a dizer olá para a pele saudável e desintoxicada e se despedir das inflamações.

3. Use produtos adequados para o seu tipo de pele

5 dicas incríveis de como diminuir as espinhas no rosto
                                                                                 Não se esqueça da hidratação!

Não ache que os cuidados de uma pele mista são iguais aos de uma pele seca. Por mais que nos dois casos possam haver espinhas, os produtos utilizados em cada passo de cuidado são diferentes e específicos para as características especiais de cada pele.

Vale também acrescentar no necessáire uma pomada secativa, — com certeza vai virar uma das suas melhores amigas! — ela serve para aliviar a dor causada pela inflamação, reduzir a vermelhidão da área e vai secar a espinha, como o próprio nome já diz (só alegria! 👯).

4. Proteja-se do sol

O verão está chegando e, certamente, você vai querer aproveitar os dias ensolarados. Nesses momentos de maior exposição, não esqueça de reforçar o filtro solar na pele! Nos dias nublados, esse produtinho também deve aparecer na sua rotina de cuidados.

Caso você esteja pensando na oleosidade causada por esse produto, pode parar por aí! Saiba que existem diversas faces para a mesma proteção e que você vai encontrar uma perfeita para o seu tipo de pele 😆:

  • as pessoas com peles mistas ou oleosas devem escolher protetores solar em gel ou que indiquem ser oil free;
  • pessoas de peles normais ou secas devem optar pelas versões cremes do produto.

Fator de proteção

Segundo os dermatologistas, a média dos brasileiros deve optar por um protetor solar de FPS 30, mas há alguns casos diferenciados. Veja se a sua pele se encaixa em algum deles 😎:

  • FPS 60 — peles muito brancas ou que apresentem maior sensibilidade ao sol;
  • FPS 60 + — pessoas que já sofreram ou possuem predisposição ao câncer de pele;
  • FPS 15 OU 20 — peles negras, devido ao fato de já apresentarem uma proteção natural.

5. Mantenha uma dieta saudável

Nós já tínhamos avisado que, para manter uma pele livre de espinhas, você precisaria cuidar também da parte interior do seu corpo. Uma das formas de fazê-lo é adequar a dieta. Existem alguns alimentos que devem ser evitados, em contrapartida há outros que são superindicados para quem deseja uma derme lisinha e ainda mais linda ☺️.

Alimentos indicados:

  • maçã com casca 🍎 — coma uma por dia para combater o envelhecimento precoce e se distanciar do câncer. Isso se dá por conta das propriedades antioxidantes;
  • folhas verdes escuras — couve, brócolis e o espinafre são exemplos de itens ricos em vitamina A, o que contribui para o equilíbrio da produção de oleosidade;
  • legumes 🍆 e frutas antioxidantes — inclua-os na sua dieta para proteger o seu corpo das possíveis inflamações;
  • semente de girassol 🌻 e ostras — esses dois itens são ricos em zinco, nutriente que é capaz de melhorar a cicatrização da pele e diminuir a secreção de gordura.

Alimentos que devem ser evitados:

  • leite e derivados — devido às altas taxas de gordura;
  • frituras e alimentos gordurosos 🍟 — também devido às taxas de gordura;
  • comidas com alta taxa glicêmica, como pão, massas e sorvetes.

Sabemos que são comidinhas gostosas 🍦 e que é quase impossível ficar sem. Se você não conseguir “cortar” de vez, vale diminuir um pouquinho e perceber o comportamento da sua pele.

Além de aplicar essas dicas de como diminuir as espinhas, outros cuidados também podem ser adotados a fim de melhorar a qualidade da sua pele, tais como: manter as roupas de cama limpas, evitar o uso de franja e lavar o rosto com água de arroz 🌾(basta enxaguar um punhadinho de arroz e enxaguar o rosto com a caldo branco resultante).     

É claro que as espinhas não são problemas exclusivos seus, garanto que as suas amigas também sofrem com essas danadinhas. Que tal dividir com elas essas dicas incríveis deste post? Compartilhe em suas redes sociais e veja o que elas acham sobre tudo o que aprendemos hoje!

 

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-