Pele fina: confira os truques e cuidados para mantê-la bem cuidada

pele fina
17 minutos para ler

pele fina

Cuidar-se é essencial para manter uma aparência mais jovem, bonita e saudável. Pensando nisso, quem tem a pele fina deve ter atenção redobrada, por sua sensibilidade e delicadeza.

Essa característica da cútis demanda de um pouco mais de cuidado, mas isso não é uma tarefa difícil. Pelo contrário, pode ser mais fácil do que você imagina. Quer saber como lidar com esse tipo de pele? Então, continue a leitura, pois é sobre isso que falaremos neste post!😉

O que é pele fina?

A pele fina não é exatamente um problema, pois ela tem todas as camadas da derme normais. A verdade é que isso é uma característica da cútis da pessoa que pode ser tanto genética quanto consequência do tempo, pois o envelhecimento faz perder a densidade da pele ano após ano.

Sabe quando dá para ver até as veias? Isso pode ser um sinal de que a cútis é mais fininha. Geralmente, quem tem a cor mais clara apresenta esse tipo de pele. Além desse sinal, outros podem ser observados:

  • sensibilidade maior ao sol, frio, vento, produtos e banhos quentes, apresentando vermelhidão e irritação;
  • hematomas mais evidentes: qualquer batida já fica marcada;
  • se corta e se machuca com mais facilidade;
  • tem tendência ao ressecamento.

Após os 45 anos, é comum haver o afinamento da pele madura. Aliás, dizem que nossa pele fica 6% mais fina a cada 10 anos. Vale dizer que alguns medicamentos com corticoides também contribuem para que a derme afine, caso sejam tomados por muito tempo.

Fora isso, algumas regiões do nosso corpo têm a pele naturalmente fina, como ao redor dos olhos, pescoço e lábios. Ou seja, todo mundo tem partes mais sensíveis e pode apresentar aumento dessa característica com o tempo. Por isso, é preciso tomar alguns cuidados desde cedo para evitar que a cútis fique muito frágil.👌

É verdade que a pele fina tem mais rugas e outros inconvenientes?

Bom, infelizmente, isso é verdade. A pele fina tem tendência a desenvolver rugas, bolsa sob os olhos, olheiras, flacidez, linhas de expressão e ressecamento. Isso porque a produção de elementos que dão sustentação à pele é menor, como o colágeno e a elastina.

As pessoas que têm a pele fina devem tomar cuidado, principalmente com o envelhecimento precoce, já que elas são mais suscetíveis a isso. Se tem algo a mais que está incomodando na pele fina, é interessante sempre buscar a ajuda de um médico dermatologista 👨🏽‍⚕️ para que ele prescreva os melhores produtos e tratamento.

Mas não se preocupe, pois, neste guia, trouxemos diversas dicas de como cuidar da pele fina para evitar todos esses problemas e ter uma cútis saudável, bonita e jovial. Só que é preciso seguir as orientações direitinho, ok?

Tem como engrossar a pele?

O afinamento da pele não pode ser revertido, porém dá para torná-la mais forte e protegida para evitar as rugas, flacidez, lesões, irritações e todos os outros inconvenientes que isso traz.

Reposição de colágeno

O colágeno compõe grande parte da derme, e por isso é muito importante para fortalecê-la. Hoje em dia, é possível repor colágeno na forma de suplemento alimentar.

O colágeno hidrolisado já vem de maneira pronta para a absorção do organismo, portanto, é considerado a melhor opção. Você o encontra em diversas apresentações, como barras, em pó, shakes, cápsulas ou, até mesmo, balinhas saborosas.

Nesse caso, o ideal é buscar um nutricionista para a correta prescrição da quantidade e a forma mais certa para você. Assim, ele vai adequar a suplementação às suas necessidades nutricionais e hábitos alimentares.

Alimentação saudável

Uma alimentação saudável é a base para um corpo bonito e funcional. A pele necessita de vitaminas, minerais, proteínas e ácidos graxos para se manter sempre viçosa e evitar o envelhecimento e a perda da densidade.

Além disso, é importante evitar alimentos industrializados, cheios de açúcares 🍩 e gorduras ruins, pois eles são inflamatórios para o corpo, e a pele sofre muito com isso. Eles provocam uma maior produção de radicais livres, que são os responsáveis pelo envelhecimento precoce.

Ou seja, uma má alimentação deixa o corpo doente e facilita o aparecimento de rugas, marcas de expressão e flacidez. Portanto, tenha uma dieta equilibrada e rica em alimentos do bem. 🍎🍉🥑

Bons hábitos de vida

Os bons hábitos de vida fazem com que o organismo funcione corretamente, e isso reflete na sua pele. Você sabia que, quando o corpo não tá bem, a derme, cabelos e unhas são os primeiros a sentirem os efeitos negativos?

Isso mesmo! Se você quer manter uma aparência bonita, jovem e saudável e com a pele perfeita, deve buscar por um estilo de vida condizente. Praticar atividades físicas regularmente, evitar o estresse, abandonar os maus hábitos, como cigarro e álcool, e alimentar-se adequadamente são algumas atitudes que permitem uma pele mais forte.💪🏽

Tratamentos para flacidez

A flacidez é um dos primeiros problemas a aparecerem em quem tem a pele fina. Por isso, é interessante recorrer aos tratamentos estéticos para melhorar o aspecto da pele e evitar esse inconveniente, já que a maioria estimula produção de colágeno e elastina.

Lembrando que é imprescindível que esses procedimentos sejam recomendados por um dermatologista, pois a pele fina é bem mais sensível que os outros tipos e pode sofrer com algumas técnicas utilizadas. A seguir, veja alguns tratamentos.

Radiofrequência

A radiofrequência usa um aparelho que gera calor para estimular a produção de colágeno e melhorar o tônus. Dessa maneira, a pele fica mais firme e com aparência jovial. Legal, não é?

Microcorrente

Ela melhora a nutrição e oxigenação da pele, ou seja, os nutrientes chegam com mais facilidade, o que ajuda na renovação celular. Sendo assim, o tratamento ajuda os fibroblastos a produzirem colágeno tanto em quantidade quanto em boa qualidade.

Corrente russa

São pequenos eletrodos que são posicionados no rosto e aumentam a circulação sanguínea. Portanto, melhora o fluxo de nutrientes e oxigênio para a derme. Além disso, fortalece o tônus muscular.

Como evitar o envelhecimento na região dos olhos?

Ao redor dos olhos, a pele é bem fina e delicada. Por conta disso, é um dos primeiros lugares a denunciarem o envelhecimento, já que fica mais propensa a olheiras, rugas e marcas de expressão, como os pés de galinha. A seguir, veja como evitar os inconvenientes nessa região.

Olheiras

As olheiras são o escurecimento da pele abaixo dos olhos. Além de pigmentos que se depositam ali, a pele fina tem essa tendência porque fica mais transparente no local e o músculo fica mais aparente.

O álcool, o açúcar, o estresse, as noites maldormidas e o cigarro são condições que aumentam o aspecto das olheiras e o inchaço da região. Por isso, é importante evitar esses fatores.

Para melhorar a aparência das olheiras, existem diversos cosméticos e tratamentos que aumentam a circulação da região e amenizam os pigmentos. Além disso, a maquiagem é um truque infalível para disfarçá-las.

Para neutralizá-las, aposte nos corretivos coloridos, além dos que têm o tom da pele para igualar com o restante do rosto. Por fim, use um pó compacto para selar e fazer durar mais.

Bolsas

Na pele fina, a região pode ficar inchada com facilidade por conta de circulação ineficiente, gerando a retenção de líquidos. Vários fatores levam à formação de bolsas, como o sono atrasado, as gripes e os resfriados, o consumo de álcool, a fase pré-menstrual etc.

Para amenizar a aparência das bolsas, é indicado usar produtos à base de vitamina K, cafeína e extrato de castanha-da-índia, que promovem a drenagem dos vasos e reduzem o inchaço do local.

Nos dias em que precisar de uma ajuda extra por conta de um evento ou ocasião especial, coloque compressa fria de chá de camomila, que acalma a pele e diminui o tamanho das bolsas. Os cremes tensores também são uma ótima alternativa.

Rugas

As rugas são temidas por todo mundo. Para se ver livre delas, é preciso evitar os maus hábitos, como a falta de hidratação, má alimentação e exposição solar sem proteção.

Os dermocosméticos com retinol são ótimos para promover a renovação celular e, assim, prevenir e amenizar as marcas. O ácido hialurônico é outra substância com efeitos incríveis, pois retém a hidratação na pele e preenche as camadas mais profundas.

Ah! Não se esqueça dos antioxidantes, como as vitaminas C e E, que também compõem os tratamentos dermatológicos e ajudam a evitar o envelhecimento precoce.

Quais são os cuidados com esse tipo de pele?

Como dissemos, para evitar os inconvenientes da pele fina, é preciso cuidar dela e redobrar a atenção principalmente quanto à hidratação e proteção. Por isso, a seguir, trouxemos algumas dicas para você.

Alimente-se bem

A alimentação saudável é importante para o bom funcionamento do organismo, inclusive da nossa pele. Esse órgão tem necessidades nutricionais específicas para que se mantenha em boas condições.

Antioxidantes

Você certamente já ouviu falar em envelhecimento precoce, não é mesmo? Essa condição ocorre quando os radicais livres (componentes resultados do metabolismo) estão em excesso no organismo.

Eles circulam pelo corpo roubando moléculas das nossas células, o que faz com que elas morram mais cedo. Felizmente, a natureza nos deu o antídoto em forma de antioxidantes.

Eles são pigmentos e vitaminas que combatem os radicais livres. Grandes exemplos são os flavonoides do cacau (sim, chocolate pode!), o resveratrol do vinho e a vitamina C da acerola.

Uma dieta rica em alimentos saudáveis e vegetais frescos fornece boas quantidades desses nutrientes que tanto fazem bem para a pele. Por isso é tão importante manter uma alimentação variada.

Colágeno

Como já explicamos, o colágeno é uma proteína abundante nos tecidos do corpo, principalmente na pele. Com o passar do tempo, perdemos a capacidade de sintetização dele.

Sendo assim, para que a produção seja efetiva, é importante ter essa matéria-prima no organismo. Alguns especialistas dizem que consumir o colágeno puro não adianta, pois ele não chega dessa maneira nas células. Já outros acham que ingerir as fontes ajuda o corpo a repor essa proteína, sim.

De qualquer forma, o essencial é comer fontes proteicas todos os dias nas quantidades ideais para suprir as necessidades desse nutriente. As carnes, ovos, leite, queijos e leguminosas são os principais alimentos ricos em proteínas.

Ômega-3

Como a pele fina precisa ser hidratada por conta do ressecamento, o consumo de ácidos graxos é fundamental para fornecer lipídeos para ela. O ômega-3 se encaixa nessa categoria com algumas vantagens.

Ele é um anti-inflamatório natural que ajuda o organismo a combater as irritações e inflamações da pele, por exemplo. Além disso, ele aumenta a imunidade e é capaz de prevenir o câncer de pele.

E onde encontrar essa maravilha? Você pode achá-lo tanto na forma de suplemento alimentar como nos próprios alimentos, como peixes de água salgada e gelada (salmão, atum e sardinha) e oleaginosas (nozes e castanhas).🌰🥜

Mantenha a hidratação do organismo

Todo mundo sabe que a hidratação é superimportante para a pele, mas não é somente aquela do creme hidratante. Na verdade, falamos da que vem de dentro para fora.

De nada adianta usar cosméticos potentes se o essencial não é feito de maneira correta. Quando o organismo está desidratado, o primeiro órgão que sofre é a pele. Não é à toa que um dos primeiros sinais de desidratação é a derme seca e sem elasticidade.

Muita gente acha que a regra de 2 litros de água 🥤 por dia serve para todas as pessoas, mas não é bem assim que acontece. Para saber o quanto de água é preciso beber, a conta é bem fácil: 30 ml para cada quilo de peso corporal. Dessa maneira, se uma pessoa pesa 50 kg, ela deverá consumir 1,5 litro de água diariamente.

Tenha uma rotina de cuidados

A pele do rosto já é naturalmente mais sensível, mesmo não sendo do tipo fina. É preciso ter cuidados diários para mantê-la sempre bonita, jovem e saudável. Apesar dessa característica, essa missão é mais fácil do que se pode imaginar. Dê só uma olhada no que você deve fazer.

Limpeza

limpeza de pele é essencial para remover as sujidades e ajudar na renovação celular. Para limpar o rosto, nada de usar sabonetes comuns de banho, ok? É preciso usar o específico para a face.

Nesse caso, opte pelos apropriados para peles sensíveis, pois eles contêm substâncias purificantes, mas que não agridem a cútis. Se, por acaso, sentir que, mesmo assim, o rosto fica repuxando e ressacado, escolha, então, um sabonete facial para pele seca.

Você pode encontrar esse produto em diversas apresentações, como em barra, líquido e mousse. Veja o que é mais prático para o seu dia a dia. Com as mãos úmidas, aplique uma pequena quantidade do sabonete, esfregue para gerar espuma e passe em todo o rosto. Enxágue com bastante água e seque a face com uma toalha macia pressionando levemente.

Esfoliação

A esfoliação é o processo que remove as células mortas por meio de grânulos que fazem essa abrasão. Para a pele fina, prefira os esfoliantes que são feitos de quartzo, porque os grãos têm tamanhos uniformes e menores.

Uma vez por semana é a periodicidade recomendada para ter a pele sempre renovada, com viço e luminosidade. Porém, é sempre bom ouvir a opinião de um dermatologista sobre isso.

Aplique o esfoliante na pele úmida fazendo movimentos circulares bem suaves, como se fosse um carinho, e enxágue. Lembre-se: a pele fina é sensível e machuca com facilidade.

Tonificação

O tonificante é um produto que reequilibra o pH da pele, deixando-a mais macia e eliminando todas as impurezas. Para a pele fina, que precisa de hidratação, prefira as versões hidratantes.

Umedeça uma bolinha de algodão no produto e passe em todo o rosto com gestos delicados. Dá para ver as impurezas no algodão. Repita o processo até que ele saia limpinho.

Hidratação

A hidratação é um passo muito importante para quem tem a pele fina, pois ela costuma ser ressacada e descamar com muita facilidade. Dessa maneira, passar cremes e loções hidratantes potentes ajuda a formar uma camada de proteção na derme.

Escolha as versões que contenham maior poder de hidratação e emoliência, como as manteigas e óleos vegetais. E nada de passar de qualquer maneira, ok? Para ter o efeito total dos produtos, é preciso massagear a pele de forma correta. Assim, a derme consegue absorver os princípios ativos e se beneficiar deles.

Tratamentos

Está lembrada de que a pele fina é mais suscetível ao envelhecimento precoce? Então, utilize tratamentos dermocosméticos com vitaminas C e E na formulação, pois são antioxidantes e previnem rugas e marcas de expressão.

Outro componente muito interessante para reter a água na pele é o ácido hialurônico. Ele é uma substância natural que o nosso organismo fabrica e preenche a derme, dando sustentação a ela com o colágeno.

Os cremes e loções ajudam na hidratação, enquanto as injeções são ótimas para preencher os sulcos e rugas, como bigode chinês e pés de galinha. Para isso, busque ajuda de um profissional, que fará a melhor indicação do procedimento.

Proteção solar

O sol é um agressor para a pele e um dos fatores que fazem com que ela perca a densidade, ficando mais fina. Para quem já tem a derme delicada, qualquer exposição, mesmo que por pouco tempo, pode deixá-la vermelha e inflamada.

Por isso, a proteção solar é indispensável. Procure por produtos de fácil absorção específicos para o rosto e peles sensíveis. Aplique uma colher de chá em todo o rosto e pescoço.

Vale lembrar que a aplicação deve ser feita meia hora antes de se expor. Além do mais, mesmo que esteja nublado ou chovendo — e até se você estiver sob luz artificial —, é importante usar o protetor solar.

Dê aquela ajuda extra com bonés e chapéus quando ficar ao sol por muito tempo e não se esqueça de reaplicar o filtro de acordo com a recomendação do fabricante, ok? Assim, você fica protegida e evita o envelhecimento precoce e o câncer de pele.

Maquiagem

A make para quem tem pele fina deve ser a mesma para peles sensíveis, já que algumas substâncias podem causar reações alérgicas e irritações. Você conhece a maquiagem mineral?

Ela é fabricada com minerais, como óxidos de ferro e zinco, mica e dióxido de titânio. Não contém conservantes, corantes e fragrâncias, ou seja, é ideal para prevenir o desenvolvimento de alergias e inflamações.

Para removê-la, nada é melhor do que a água micelar, como a Micellar Water da BEYOUNG, que é um demaquilante que retira as impurezas sem agredir a pele. Basta umedecer o algodão com o produto e aplicar na pele com movimentos suaves de dentro para fora. Repita o processo até que o algodão saia bem limpo.

Proteja-se das agressões

Um dos grandes problemas da pele fina, além das rugas e marcas de expressão, é a fragilidade dela. Por esse motivo, é preciso protegê-la das agressões — não só a solar —, prevenindo-se contra lesões e irritações.

Evite usar produtos químicos, como os de limpeza, diretamente na pele. Sempre que lavar louça ou roupa, faça uso de luvas de borracha, para não ter o contato direto. Outro ponto importante é colocar blusa de manga comprida e calça sempre que ficar exposta a situações em que possa se lesionar, como cuidar de um jardim ou praticar atividades físicas.

Tudo isso ajuda a prevenir os machucados e irritações na pele fina, que é tão delicada, principalmente no caso de pessoas com mais idade. Afinal, o ditado é bem certo: “é melhor prevenir do que remediar”, não é verdade?

Viu como cuidar da pele fina não é um bicho de sete cabeças? Com algumas dicas e truques, como alimentação equilibrada, bons hábitos de vida e os produtos e tratamentos certos, é possível manter a pele jovem, saudável e muito bonita! 🥤😘

Se você gostou do nosso artigo e tem interesse em se manter sempre bem, saiba que, todos os meses, a gente traz conteúdos fresquinhos sobre beleza, saúde, comportamento, moda e bem-estar. Para ficar por dentro de tudo e não perder nenhum post, assine a nossa newsletter e receba tudo em primeira mão, diretamente na sua caixa de e-mail!

 

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-