Descubra os cuidados indispensáveis com a pele no inverno

pele no inverno
17 minutos para ler

pele no inverno

Uma rotina de cuidados com o corpo é fundamental para garantir a saúde e a beleza em qualquer época do ano. Mas você sabe exatamente como tratar a sua pele no inverno? A estação mais fria ❄️ pode trazer consequências ruins para a cútis, sendo preciso adaptar os hábitos.

E aí, o que fazer quando as temperaturas baixam? É só se besuntar de hidratante? Calma, que não é bem por aí! Neste post, a gente explica como cuidar da pele para evitar os problemas e, ainda, deixar o rosto sempre radiante e saudável. Para aprender, basta continuar a leitura. Vamos lá?😉

O que o frio pode causar na pele?

Não adianta, basta um ventinho mais gelado para a pele sentir os efeitos. Ela é a primeira que sofre, principalmente nas partes mais sensíveis, como ao redor dos olhos e os lábios. Quem nunca ficou com a boca rachada nessa época?

E olha, não é só o rosto que tem prejuízos, tá? A cútis de todo o corpo também pode sentir os efeitos. Esteticamente falando, ela fica ressecada, opaca, descamando e sem viço. Ou seja, com aspecto de malcuidada. E isso ninguém quer, não é mesmo?👎

Os culpados

O que o inverno tem que prejudica a pele tanto assim? O vento e a baixa umidade do ar são fatores que desidratam o tecido, e ainda tem o fato de que a transpiração e produção de oleosidade natural da cútis diminuem drasticamente. Pronto, essa é uma combinação desfavorável para a beleza.

Mas você sabia que todos esses transtornos não são causados somente pela temperatura amena? Pois é! A gente também tem certa culpa no cartório. Isso, porque, nessa estação, bebemos menos água e tomamos banhos muito quentes 🛁 — péssimos hábitos para a pele que resultam na desidratação.

Doenças de inverno

Além desses problemas que ocorrem com a maioria de nós, seres mortais, algumas doenças podem se agravar, caso as medidas necessárias para manter a hidratação da pele não sejam tomadas. Entre elas, estão: dermatites seborreica e atópica, psoríase e ictiose vulgar.

Todas essas enfermidades têm em comum o ressecamento e a descamação da pele, e, por isso, o inverno é uma estação em que a pessoa que apresenta alguma delas deve ter o máximo de atenção, para não intensificar os sintomas.

Como deve ser a hidratação da pele no inverno?

Bom, já sabemos que a culpa de uma cútis sem vida no inverno é da falta de hidratação. Sendo assim, é hora de reforçar essa etapa dos cuidados com a pele com produtos mais potentes. A seguir, veja as nossas dicas.

Saiba a melhor hidratação para o seu tipo de pele

Como sabemos, cada tipo de pele tem necessidades diferentes. Oleosa, seca, mista, normal e sensível exigem cuidados especiais e, consequentemente, hidratantes que correspondam a essas expectativas. Nada de usar um produto que não é específico para a sua cútis só porque você acha que, no inverno, pode abusar da hidratação, ok?

Oleosa

Se, no verão, o hidratante da pele oleosa tem que ser bem levinho; nos dias mais frios, é bom investir em um mais forte, mas sempre respeitando o seu tipo de cútis. Prefira os sabonetes que controlam a oleosidade, mas que não são tão esfoliantes. Os sabonetes vegetais são menos agressivos e uma boa opção.

Seca

Se o ressecamento é a maior reclamação de todos os tipos de pele no inverno, imagine para quem já tem a cútis naturalmente seca? Por isso, a pedida é caprichar na hidratação para mantê-la saudável. Além dos hidratantes com substâncias mais potentes, de que falaremos adiante, vale trocar a maquiagem por itens cremosos, como blushes e sombras. Assim, você evita o efeito craquelado. Dica boa, né?😌

Mista

A pele mista apresenta dois tipos: a seca e a oleosa. Por esse motivo, quem é dona de uma deve se preocupar em ter produtos para ambos. Aqui, também tem o truque de escolher por agentes mais hidratantes, principalmente nas partes mais ressecadas.

Normal e sensível

A pele normal não apresenta oleosidade e nem ressecamento, sendo o tipo mais fácil de lidar. Mas não se iluda! Ela também precisa de cuidados no inverno que reforcem a hidratação, como a escolha de uma loção mais forte. Já a cútis sensível, assim como a pele fina, sofre bastante com o vento e precisa de cremes que formem uma proteção contra o frio, além de produtos de pH neutro.

Invista nestas substâncias

A maioria de nós fica confusa na hora de ler a composição dos cremes hidratantes. São tantos nomes diferentes para os componentes, que a gente até se perde. Para ajudar você nessa missão, trouxemos algumas substâncias que ajudam na hidratação da pele no inverno. Olhe só.

Ureia

Ela é excelente na hidratação, pois consegue se ligar às moléculas de água de dentro da pele e captar a umidade do ambiente. Dessa maneira, ela trata a cútis ressecada de dentro para fora. Diversas loções contêm esse composto, que é ótimo nas temperaturas mais baixas. Mas atenção! Grávidas e lactantes não podem usar.🚫

Óleo de amêndoas doces

O óleo de amêndoas é um velho conhecido da pele macia e saudável. Isso, porque ele forma uma barreira que impede a evaporação rápida da água na pele, mantendo a hidratação por mais tempo. Você pode usá-lo no corpo após o banho ou misturado com seu creme hidratante favorito.

Ácido hialurônico

Uma das substâncias hidratantes mais famosas do momento é, na verdade, um composto produzido pelo nosso organismo. Ele tem o poder de reter a água na pele, ajudando na hidratação, elasticidade e viço. Mas, como tudo que é bom dura pouco, a partir dos 25 anos, essa fabricação cai, e é por esse e outros motivos que as rugas aparecem. Então, além de combater o ressecamento, o ácido hialurônico ainda previne as temidas marcas do tempo no rosto.

D-pantenol

Presente nos cremes contra assaduras de bebê, o D-pantenol é um elemento ótimo para a pele. Quando é aplicado na cútis, se transforma em vitamina B5 e é responsável por regenerar as células com rapidez. E como isso ajuda? Sabe os lábios ressecados, os calcanhares rachados e o rosto descamando nessa época? Então, ele vai tratar disso.

Aposte na água

Muita gente acha que os cremes hidratantes são o que importa na hora de prevenir o ressecamento da pele no inverno. Porém, as pessoas se esquecem de que a hidratação deve vir de dentro para fora. Pois é isso mesmo! De nada adianta passar várias loções e não beber água.

Como, nessa estação, a gente ingere pouco líquido, já que não transpira e perde pouca água, é bom prestar muita atenção. A dica, aqui, é manter uma garrafinha sempre com você e beber mesmo sem ter sede.

Geralmente, a recomendação é a ingestão de 2 litros de água todos os dias, mas, para saber de quanto o seu corpo realmente precisa, basta fazer uma continha bem fácil: multiplique o seu peso por 30ml. Exemplo, uma pessoa de 50 kg necessita de 1500ml de água diariamente. Interessante, né?

Como proteger a pele do frio?

pele no inverno

Já diziam as nossas avós: prevenir é melhor do que remediar. Contra esse ditado, não cabe discussão, pois evitar que a pele resseque é preferível que lidar com os prejuízos, não é verdade? Então, se ligue nas nossas dicas.

Hidratantes e óleos

Como falamos, a hidratação é fundamental para proteger a pele no inverno. Dessa maneira, escolha os mais potentes cosméticos tanto para o rosto quanto para o corpo. As manteigas hidratantes são ótimas para partes mais secas, como cotovelos, calcanhares e joelhos. Já os óleos vegetais são excelentes para trazer maciez e formar uma barreira protetora. Já experimentou o óleo de coco 🥥 na cútis? Ele traz benefícios incríveis!

Protetor solar

No verão, as pessoas se preocupam em utilizar o protetor solar. Afinal, com o sol diretamente na pele, a gente sente os efeitos negativos de se expor sem proteção. Porém, muitas se esquecem de usar esse produto também no inverno, e é aí que mora o perigo.

Embora não dê para sentir tanto os raios solares diretamente na cútis, eles ainda estão lá. Por essa razão, é fundamental passar o filtro solar mesmo com as temperaturas mais baixas. Aliás, até chovendo, isso é essencial. Escolha o produto conforme o seu tipo e cor de pele, tá bom?

Protetor labial

Os lábios ressecados são um dos maiores prejuízos do frio. Muitas vezes, eles racham, sangram e ficam feridos, o que causa dor e desconforto, além de não dar pra passar aquele batom lindo de que a gente gosta, né?

Então, lembre-se de usar um protetor labial, que pode ser lip balm, batom hidratante💄, manteiga de cacau e, até mesmo, vaselina. Tudo isso forma uma barreira de proteção contra o vento e o frio.

Água termal

É muito comum as pessoas borrifarem a água termal durante o verão para refrescar e acalmar a pele, mas você sabia que ela também é ótima no inverno? Sim, ela hidrata e repõe nutrientes. Além do mais, suas propriedades aliviam os desconfortos do ressecamento.

Qual é a melhor rotina de beleza da pele no inverno?

Então, tem alguma mudança na rotina de beleza por conta do frio? Bom, algumas coisinhas devem ser adaptadas para que a cútis fique bonita e saudável nessa estação. Confira!

Limpar

limpeza de pele é essencial. Escolha um sabonete facial específico para o seu tipo. É preciso lembrar, porém, que todas as cútis ficam mais sensíveis nessa época; por isso, prefira um produto menos agressivo.

Tonificar

O tonificante equilibra o pH, purifica e retira os resíduos de maquiagem, poeira e poluição. Quem tem a pele oleosa deve prestar atenção e preferir os adstringentes que não sejam tão potentes, para não ressecar demais.

Hidratar

pele no inverno

Aqui, valem as dicas anteriores de buscar hidratantes conforme o tipo de pele, mas que tenham mais poderes, para manter a cútis sempre bonita, saudável e macia e evitar a descamação. Que tal usar o BEYOUNG Booster? Ele é um sérum que trata, suaviza as rugas e deixa o rosto com toque aveludado.

Proteger

Depois de hidratar, o próximo passo é aplicar o filtro solar. Use o de costume, que pode ser com ou sem cor e apropriado para o seu tipo de pele. Além disso, passe um lip balm ou outro produtinho para proteger os lábios contra o frio.

Maquiar

Com a pele limpa, tonificada, hidratada e protegida, chegou a hora da maquiagem. Quem tem a pele ressecada pode abusar dos produtos cremosos e que conferem um brilho a mais. Em contrapartida, evite os com acabamento mate, para não craquelar.

Você gosta de maquiagem? Então, temos uma dica incrível! O primer da BEYOUNG faz com que a make dure por mais tempo e tenha um acabamento impecável. Isso, porque ele deixa a pele uniforme, preenchendo os poros e sulcos pequenos. O resultado? Um rosto lisinho de dar inveja!

A marca conta com duas versões: a Studio e a Glow. A primeira é ótima para a pele oleosa ou para quem gosta do efeito sequinho e matificado. Já quem gosta da luminosidade✨ pode optar pela segunda.

Retirar a maquiagem

Todo mundo sabe que retirar a maquiagem antes de dormir é fundamental para a saúde da pele. O acúmulo de produtos entope os poros e não deixa a cútis respirar. Além do mais, favorece o surgimento de bolsa sob os olhos, sabia?

No inverno, nada de preguiça de remover a make, ok? Para isso, aposte na água micelar: um demaquilante potente que tira todas as impurezas da pele. A Micellar Water da BEYOUNG ainda reequilibra a cútis, servindo como tonificante. Demais, né?

Tratar

noite é a melhor hora para fazer os tratamentos de beleza. Aproveite para usar os dermocosméticos para a região dos olhos, clarear manchinhas, renovar a cútis, hidratar com mais potência etc. Converse com seu dermatologista para saber quais são os produtos mais indicados para você.

Quais são os cuidados com a pele nessa estação?

Além da hidratação, que reforçamos ao longo deste post, outros cuidados devem ser tomados para evitar os prejuízos à pele e mantê-la sempre bonita e saudável. Quer saber quais são? Olhe só.

Temperatura da água

Quem resiste a um banho bem quentinho no inverno? As pessoas que querem ter uma pele macia e sem ressecamento. Saiba que a água quente faz mal tanto para a cútis seca quanto para a oleosa, já que desidrata a primeira e estimula a produção de sebo da segunda.

Não falamos em tomar banho gelado no frio, mas a temperatura ideal da água é aquela agradável, morna, e não pelando. Além disso, resista à tentação de passar muito tempo debaixo do chuveiro quente. E aproveitando que o assunto é banho: aposte nos óleos corporais para manter a hidratação.

Alimentação

saúde da pele começa de dentro, não é? Não adianta apostar em produtos caros se sua cútis não tiver os nutrientes de que precisa. E como fazer isso? Por meio da alimentação, é claro!

Um cardápio rico em legumes, frutas e verduras oferece vitaminas, minerais e antioxidantes importantes para combater o envelhecimento precoce da pele. Por isso, é preciso consumir esses alimentos todos os dias. A dica é aproveitar os vegetais da época, que estão ainda mais saborosos. A seguir, veja uma lista do que incluir na dieta.

  • morango🍓, laranja, mexerica, limão e cereja: contêm vitamina C, que é uma poderosa antioxidante;
  • cenoura e abóbora: fornecem vitamina A, que protege a pele;
  • soja: tem isoflavonas, que são substâncias que evitam o ressecamento e ajudam na elasticidade da cútis;
  • castanhas, nozes e amêndoas: fontes de selênio e vitamina E, que são nutrientes importantes para a pele.

Roupas

O inverno é a estação preferida de muita gente por causa da elegância das roupas, mas você sabia que o tecido pode prejudicar a pele? Pois é: os que contêm muito material sintético dificultam a respiração.

Por isso, invista nos feitos com matéria-prima mais natural, como o algodão. Se a temperatura estiver muito baixa, coloque luvas para não ressecar as mãos e esteja sempre protegida.

Quais são os melhores tratamentos para a pele no inverno?

Você já ouviu falar que o inverno é a melhor época para fazer muitos tratamentos estéticos? Isso ocorre porque a incidência de raios solares é menor, reduzindo as chances de manchas e efeitos colaterais indesejados. Quer saber quais são os procedimentos mais indicados para essa estação? Veja!

Depilação a laser

Que tal ter pernas, virilhas e axilas lisinhas? A depilação a laser destrói os pelos da região de aplicação, gerando um resultado ótimo. Para isso, é preciso passar por até 5 sessões, com intervalo de 20 dias entre uma e outra.

Uma das recomendações no pós-procedimento é não tomar sol por, pelo menos, 5 dias. Caso contrário, há perigo de manchas. Então, nada melhor do que os dias mais frios, quando o sol está escondido, para fazer essa técnica.

Escleroterapia

É um tratamento que seca os vasinhos por meio de injeções de substâncias específicas ou laser. Os resultados são ótimos e já podem ser vistos logo na primeira aplicação, no caso dos vasinhos mais finos. Nos grossos, podem ser necessárias mais aplicações.

Para evitar as manchas e hematomas, o ideal é não expor o local do procedimento ao sol por um período que varia de 10 dias a 1 mês. Por esse motivo, o inverno é a estação mais indicada, já que a gente costuma se cobrir mesmo.

Intradermoterapia

As estrias são cicatrizes da pele que se rompe pela falta de elasticidade ou pelo crescimento rápido. Muita gente fica incomodada com elas e prefere disfarçá-las. A intradermoterapia é um tratamento que consiste em injeções de vitamina C e outros componentes que amenizam a coloração das estrias. Os resultados aparecem a partir da décima sessão, e, durante os 3 primeiros dias, não é recomendada a exposição ao sol.

Laser fracionado

Falando de tratamento para o rosto, o laser fracionado é excelente para suavizar as cicatrizes de acne, rugas e marcas de expressão. Primeiro, é preciso usar cremes preparatórios por 3 semanas antes do procedimento.

Uma pomada anestésica e um sedativo são aplicados na região pelo profissional, que, então, realiza a técnica com equipamentos apropriados, como o laser co². O laser fracionado atinge até a segunda camada da pele, promovendo uma descamação que renova e estimula a produção de colágeno.

O rosto fica muito sensível, pois a pele fica com pequenos machucados que somem em, aproximadamente, 10 dias. É um procedimento mais agressivo e que requer repouso por pouco mais de 1 semana e a distância dos raios solares por 1 mês.

Luz pulsada

Ela é específica para o tratamento de manchas, estrias e flacidez. É feita por meio de uma luz que transmite calor e penetra em várias camadas da pele. A luz pulsada corrige manchas e vasos superficiais, em um primeiro momento, e depois estimula o colágeno, diminuindo a flacidez e reduzindo as rugas. Embora não seja um tratamento agressivo, é preciso tomar cuidado com o sol por uma semana, sendo, então, indicado para se fazer no inverno.

Peeling de cristal

É mais um procedimento que reduz rugas e manchas do rosto. O equipamento aplica um jato de microcristais que fazem uma abrasão na pele, eliminando as células mortas e fazendo com que novas camadas da derme apareçam.

Nesse tratamento, não são utilizados produtos químicos, mas é necessário evitar o sol por 3 dias e aplicar o protetor solar, mesmo dentro de lugares fechados, pois a luz fria também prejudica a pele.

Peeling profundo

Assim como o laser fracionado, o peeling profundo é um tratamento intensivo para rugas e manchas mais acentuadas. É realizado com um ácido que descama a pele, chegando às camadas mais profundas. Dessa maneira, a cútis é regenerada, estimulando a produção de colágeno. A indicação é ficar longe do sol por 1 mês para garantir o resultado.😯

A nossa cútis sempre sofre com as temperaturas mais baixas, principalmente o rosto, que fica mais exposto. Por isso, os cuidados com a pele no inverno devem ser redobrados. Para prevenir o ressecamento e potencializar a hidratação, além de uma alimentação saudável e da ingestão adequada de líquidos, é preciso usar produtos de boa qualidade e que fornecem os nutrientes que a sua pele merece!😘

Gostou do nosso post? Que tal saber mais sobre saúde, beleza e comportamento diretamente na sua caixa de e-mail? Assine a nossa newsletter e receba todas as novidades em primeira mão!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-