Quando ir ao dermatologista? Veja o que saber antes de marcar uma consulta

Quando ir ao dermatologista? Veja o que saber antes de marcar uma consulta
6 minutos para ler

O dermatologista é um profissional da medicina especializado em tratar todos os problemas relacionados ao maior órgão do corpo humano: a pele. Você sabe quando ir ao dermatologista?

Recomenda-se procurar esse profissional para tratar todas as enfermidades relacionadas ao tecido epitelial, como manchas, espinhas (acne), feridas, linhas de expressão, problemas com queda de cabelo, unhas, entre outros.

Pensando nisso, preparamos um post especial para você saber tudo sobre as inúmeras vantagens de consultar um dermatologista. Ficou curiosa? Então, confira o post a seguir!😁😍

Conheça algumas razões para consultar o dermatologista

Esse profissional é responsável por diagnosticar, a partir de exames clínicos, os problemas existentes na epiderme. Após o diagnóstico, o dermatologista indica o procedimento mais adequado para solucionar o problema em questão.

Os tratamentos são variados, desde procedimentos estéticos, como o peeling, até medicação controlada e intervenções cirúrgicas. Confira a seguir os problemas dermatológicos mais comuns. 💉💊

Tratar a acne

Quando ir ao dermatologista? Veja o que saber antes de marcar uma consulta Quando ir ao dermatologista[/caption]

A acne, popularmente conhecida como “espinha”, é uma doença de pele que pode aparecer em toda e qualquer idade, sendo mais comum na adolescência. Muitas pessoas tratam a acne de forma caseira, com misturas e produtos encontrados em farmácias e lojas homeopáticas. Porém, a causa da acne pode ir muito além de obstruções cutâneas causadas pelo excesso de oleosidade.

acne pode ter origem em problemas hormonais, genéticos e sanguíneos. Por isso, recomenda-se procurar um dermatologista para detectar qual é a causa primária da doença e, após o diagnóstico, iniciar o tratamento adequado para cada caso.

Para cada tipo de pele e grau evolutivo da espinha existe um ou mais tipos de tratamento, como géis, sabonetes até antibióticos e procedimentos estéticos como práticas complementares.

Amenizar manchas

Há inúmeros tipos de manchas que são ocasionadas por fatores distintos: cicatrizes de acne, exposição ao sol, problemas hormonais, entre outros. Por isso, é preciso um diagnóstico preciso para saber a causa inicial do problema e reduzir com eficácia as manchas da pele.

Após avaliar o caso, cabe ao dermatologista indicar o método mais eficiente para a eliminação das manchas. Entre os procedimentos clareadores mais comuns podemos citar os ativos de vitamina C, ácido kójico, procedimentos de pulso com luz intensa, peeling e ácido tranexâmico.

Diminuir a queda de cabelo e fortalecer as unhas

Quando ir ao dermatologista? Veja o que saber antes de marcar uma consulta Quando ir ao dermatologista[/caption]

Problemas capilares e nas unhas também devem ser tratados pelo dermatologista. Afinal, o cabelo e as unhas estão diretamente relacionados com a pele. Por isso, antes de procurar um esteticista e consultores de beleza para encontrar soluções genéricas sobre seu problema, visite um dermatologista de confiança.

Afinal, a queda de cabelo e o enfraquecimento das unhas podem estar relacionados a problemas hormonais e vitamínicos. Somente um médico especializado pode recomendar um tratamento adequado para que o problema seja tratado corretamente e a situação não volte a se repetir com o passar do tempo.

Descobrir seu tipo de pele

Há várias maneiras “caseiras” de descobrir qual é o seu tipo de pele, como colocar um guardanapo seco sobre o rosto. Se, após alguns minutos, o produto ainda estiver seco, significa que a pele é seca. Se ficar úmido, significa que a pele é oleosa.

Porém, sabemos que esse método não tem comprovação científica e desconsidera as particularidades de cada tipo de pele. Afinal, podemos ter inúmeros graus e variações dentro de um único tipo de pele. Por exemplo: pele seca, pele muito seca, pele mista, etc.

Por isso, antes de sair por aí comprando produtos caríssimos que prometem milagres, você precisa saber qual é o seu tipo de pele e de quais nutrientes e substâncias o tecido realmente precisa. Assim, qualquer tratamento – redução de linhas de expressão, manchas, acne, etc. – terá maior eficácia.

Saiba quando ir ao dermatologista

Toda e qualquer pessoa pode ir ao dermatologista, tendo ou não um problema de pele visível. Se você não apresenta nenhuma irregularidade visível, pode agendar uma consulta preventiva para evitar futuros problemas que possam atingir a pele. Afinal, a prevenção é o melhor remédio!

Se você apresenta qualquer alteração no tecido epitelial, procure imediatamente um profissional para diagnosticar o problema. Vale dizer que, quanto antes a enfermidade for tratada, mais rápido a pele irá se recuperar e menores serão os efeitos colaterais.

Procurar um dermatologista por preocupações estéticas também é uma atitude super válida e consciente. Para amenizar rugas e demais alterações da pele causadas pela idade é preciso profissionalismo e conhecimento. Não utilize cremes genéricos e soluções “milagrosas” sem acompanhamento médico. Lembre-se: às vezes, o barato pode sair (muito) caro!

Descubra a frequência ideal de consultas e quando retornar ao dermatologista

Não existe um número ideal de visitas ao dermatologista. Tudo dependerá da situação atual da pele, dos hábitos do paciente e dos objetivos de cada tratamento. Uma pessoa que se expõe diariamente ao sol sem proteção adequada deve visitar o médico, pelo menos, a cada 3 ou 4 meses.

Se você está realizando um tratamento dermatológico, com uso de medicação controlada, terá que realizar consultas frequentes – quinzenais, mensais e assim por diante. Entretanto, se a intenção é apenas prevenção e manutenção da pele, a visita por ser realizada de seis em seis meses.

Contudo, quem definirá ao certo quantas vezes você precisa retornar ao consultório é o próprio dermatologista. Por isso, ao final da consulta, tire todas as dúvidas possíveis em relação aos procedimentos, cuidados e retorno se assim for necessário.

Importante: não falte às consultas e siga à risca todas as recomendações. Afinal, a falta de disciplina pode comprometer todo o tratamento realizado e, por causa disso, você terá que iniciar todo o processo do zero.

Viu como o dermatologista é fundamental para a saúde da pele? Agora que você já sabe quando ir ao dermatologista, procure um profissional responsável a agende já sua consulta. Lembre-se que a pele é o maior órgão do corpo humano e merece toda nossa atenção e cuidado para além da estética.

Se você gostou do nosso conteúdo e quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo dos cosméticos, curta a nossa página no Facebook e receba todas as novidades em primeira mão!😊😘

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-