Queda de cabelo feminino: conheça as causas e o que fazer

Queda de cabelo feminino: conheça as causas e o que fazer
7 minutos para ler

Diariamente, perdemos de 100 a 150 fios presentes no couro cabeludo. Mas você sabe quando a queda de cabelo feminino deixa de ser uma situação comum e se transforma em um problema?

Geralmente, isso pode ser notado a partir do momento em que uma quantidade significativa começa a cair, o que traz grandes impactos para a autoestima da mulher. Portanto, é fundamental conhecer as causas do problema e seus possíveis tratamentos.

Foi pensando nisso que preparamos um conteúdo com tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Continue com a gente! 😉

Como acontece a queda de cabelo feminino?

A queda de cabelo acontece devido ao enfraquecimento dos folículos capilares. No entanto, não é apenas um fator isolado que gera esse quadro. A seguir, elencaremos as principais causas da perda dos fios. Acompanhe!

Estresse

Quando estamos estressados, o organismo produz substâncias inflamatórias que afetam negativamente o couro cabeludo. Além disso, o corpo utiliza vitaminais e minerais que são fundamentais à saúde dos fios para suprir as carências geradas pelo estresse. 😥

Desse modo, o cabelo se desprende com facilidade da raiz — e, em casos mais graves, as quedas constantes podem levar à calvície.

Alterações hormonais

Os hormônios têm grande participação na saúde e no crescimento dos fios. Portanto, deficiências hormonais mínimas podem trazer grandes consequências às madeixas.

Problemas em glândulas com produção hormonal (como hipófise, tireoide, suprarrenal, entre outras) impedem a correta distribuição de nutrientes aos folículos capilares, o que acarreta a perda de cabelo. 😩

Hereditariedade

Embora a queda desencadeada por fatores hereditários seja mais comum nos homens, as mulheres também podem sofrer com o problema. A alopécia androgenética é o nome dado à perda de cabelo, por influência hereditária, que ocorre principalmente na região frontal e superior da cabeça.

Deficiência de ferro no organismo

O ferro está presente na hemoglobina e atua na produção dos nossos glóbulos vermelhos, que transportam oxigênio no sangue. Quando os níveis desse mineral no organismo são insuficientes, porém, é ocasionada uma série de problemas (entre eles, há a queda capilar).

Procedimentos químicos

Alisamentos e tinturas em excesso ou realizados de maneira inadequada comprometem a estrutura dos fios e podem fazê-los cair. Produtos como ácido glioxílico, formaldeído, hidróxido de sódio e tioglicolato, que são utilizados nesses procedimentos, enfraquecem os cabelos e prejudicam a saúde capilar.

De que forma é possível perceber o problema?

Queda de cabelo feminino: conheça as causas e o que fazer

Muitas pessoas têm queda capilar, mas demoram a percebê-la. Por isso, conhecer os principais sinais é essencial para evitar a perda excessiva dos fios. Veja alguns sintomas abaixo!

Falhas no couro cabelo

Costumam surgir nas laterais e no topo da cabeça, progredindo gradativamente. O problema pode retardar ou inibir o crescimento do cabelo de forma permanente.

Excesso de fios espalhados ao seu redor

Se o seu travesseiro, as roupas e a escova utilizada ficam com uma quantidade grande de fios, é muito provável que você esteja com queda capilar.

Perda de volume dos cabelos

Algumas pessoas têm as madeixas naturalmente finas e pouco volumosas. Porém, se o seu cabelo não tinha essas características e passou a apresentá-las, a razão pode ser a queda dos fios.

O que fazer para evitar a queda capilar?

Determinadas medidas são bastante eficazes para prevenir a perda dos fios. Confira algumas nos tópicos a seguir!

Mantenha uma dieta equilibrada

A deficiência de nutrientes prejudica o funcionamento do organismo e afeta diretamente a qualidade da estrutura capilar. Por isso, dê preferência aos legumes, verduras, frutas ou carnes magras para garantir a ingestão de todos os minerais e vitaminas essenciais à sua saúde.

Evite os alimentos com “calorias vazias”, ou seja, aqueles que não contêm nenhum valor nutricional significativo. 🍟🍔🚫

Lave os cabelos diariamente

Ficar muitos dias sem lavar o cabelo faz com que o couro cabeludo acumule oleosidade e impurezas. Isso favorece a proliferação de fungos, a descamação e, consequentemente, a queda. Assim, o ideal cé manter os fios sempre limpos.

Ah! Não se esqueça de sempre utilizar os produtos adequados para o seu tipo de madeixa.

Faça intervalos maiores entre procedimentos químicos

Caso você seja adepto da química capilar, tente dar uma pausa entre os procedimentos para que o cabelo não fique fraco e com tendência à queda. Durante esse intervalo, aposte nos tratamentos reconstrutores e garanta a recuperação da saúde dos fios.

Realize exames periodicamente

A realização periódica de exames auxilia a monitorar o funcionamento do organismo e facilita a identificação de problemas como o hipotireoidismo de maneira precoce. Com isso, é possível tratá-los o mais rápido possível, evitando consequências como a perda de cabelo.

Como conter a queda dos fios?

Por não apresentar apenas uma causa, há diferentes formas de tratar a queda dos fios. Conheça a seguir algumas delas!

Use um shampoo antiqueda

Esse tipo de produto reúne diversos compostos com ação eficaz contra a queda em sua fórmula. Ele deve ser utilizado durante as lavagens, substituindo o shampoo tradicional, até que se note a melhora do problema.

Fortaleça os fios

Para tornar os fios mais saudáveis, invista nos cosméticos ricos em proteínas, vitaminas e aminoácidos, que fortalecem a fibra do cabelo. Uma boa escolha é seguir o cronograma capilar — rotina de cuidados baseada em três etapas: hidratação, nutrição e reconstrução.

Não prenda os fios molhados ou úmidos

Por alcançar a máxima elasticidade, o cabelo molhado fica mais frágil. Dessa forma, a raiz se torna menos resistente, o que facilita a perda dos fios. Se você tem o hábito de prender as madeixas após lavá-las, esteja atento aos danos que podem ser causados.

Consulte um especialista

Embora auxiliem no tratamento da queda de cabelo feminino, as medidas citadas anteriormente não anulam a necessidade de consultar um médico dermatologista ou tricologista. Esses profissionais conseguem identificar de maneira mais clara a causa do problema e indicar qual a melhor conduta para solucioná-lo. 👩‍⚕️🔍

De que forma a queda pode estar relacionada com a idade da mulher?

Queda de cabelo feminino: conheça as causas e o que fazer

Assim como a nossa pele, os cabelos também sofrem com a ação do tempo. Dessa forma, a queda de cabelo feminino e a idade se relacionam, pois com o passar dos anos, os fios ficam menos tempo em anáfase, ou seja, na fase de crescimento. Então, eles perdem densidade e espessura, caindo com mais facilidade.

Além disso, as alterações hormonais que ocorrem principalmente a partir dos 40 anos provocam uma diminuição nos níveis de colágeno. Trata-se da proteína encontrada em maior quantidade nas madeixas e de grande importância para a saúde capilar.

Perceba então que a queda de cabelo feminino é um problema que precisa ser levado a serio para que danos irreparáveis não sejam causados. Portanto, lembre-se de manter a saúde em dia e adotar uma boa rotina de tratamento capilar.

E aí, gostou deste artigo? Aproveite e confira também os principais cuidados que você deve ter com seus cabelos para mantê-los saudáveis! Até a próxima! 😘👋

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-