Veja dicas de saúde feminina a partir dos 40 anos

Veja dicas de saúde feminina a partir dos 40 anos
17 minutos para ler

A saúde feminina é um bem muito precioso e que requer atenção para permanecer firme e forte. Já imaginou não poder realizar as suas atividades preferidas ou, pior, depender da ajuda de terceiros para tudo? 😰 Ninguém quer passar por isso, não é mesmo?

Mas, se você mantém maus hábitos alimentares 🍕, não se exercita regularmente 🏋‍♂ e não segue uma boa rotina de cuidados com a sua pele e o seu corpo, os problemas vão aparecer uma hora ou outra. Sendo assim, é fundamental se conscientizar da necessidade de ter hábitos saudáveis, principalmente a partir dos 40 anos.

É claro que essas práticas precisam ser adotadas desde a infância, mas a questão é que à medida que nós envelhecemos, o nosso metabolismo vai desacelerando. Com isso, o organismo demora mais para absorver as gorduras, por exemplo, o que aumenta o risco de surgimento de doenças se não nos cuidarmos direito.

Neste artigo, trouxemos o que você precisa saber sobre a saúde feminina após os 40 anos. Está pronta para deixar a preguiça de lado e tomar uma atitude para melhorar o seu bem-estar e a sua qualidade de vida? Então vem com a gente! 😃

Conheça os problemas de saúde feminina mais comuns a partir dos 40 anos

Para iniciarmos o assunto, vamos mostrar a você os principais problemas de saúde que afetam as mulheres a partir dos 40 anos — todos são distúrbios sérios e merecem uma atenção especial. Veja!

Doenças cardíacas ❤

Assim como o homem, a mulher também corre o risco de desenvolver doenças cardíacas após os 40 anos. Aqui, é válido ressaltar que esse tipo de doença é uma das principais causas de morte nessa faixa etária no Brasil, de acordo com o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSus).

No caso das mulheres, o risco aumenta porque, com o passar dos anos, o organismo começa a perder estrogênio natural. Quando esse hormônio sexual feminino diminui, os níveis basais de gorduras “ruins” tendem a aumentar.

Por conta disso, os níveis de LDL (colesterol ruim) também crescem, mas os níveis de HDL (colesterol bom) diminuem — é aí que mora o perigo! Isso porque, com o avanço da idade, é natural que as veias e artérias envelheçam também e percam sua elasticidade, o que colabora para um aumento na pressão arterial.

Devido a todos esses fatores, as mulheres também correm o risco de desenvolverem placas e coágulos em suas artérias. Dessa forma, elas se tornam mais dispostas a sofrerem acidentes vasculares cerebrais (AVCs), infarto e embolias.

Diabetes 🍫

Doces, massas e refrigerantes: só de falar já dá água na boca, não é mesmo? Quem nunca desejou ardentemente um brigadeiro de panela quando está naquela época de TPM, que atire a primeira pedra! O problema é que esses alimentos contribuem muito para o surgimento do diabetes.

A partir dos 40 anos, os níveis hormonais femininos sofrem alterações. Ocorre um acúmulo de tecidos gordurosos que fazem com que o próprio corpo crie uma resistência à insulina — hormônio que atua no controle da glicose no sangue.

Em casos em que o diabetes ainda não se desenvolveu, não há problema no consumo controlado desses alimentos, mas o ideal é sempre substituí-los por algo mais natural. O açúcar, por exemplo, pode ser substituído por Xylitol ou Stevia.

Osteoporose 🤶

A diminuição dos hormônios sexuais dificulta o equilíbrio do cálcio no sangue. Quando isso acontece, o organismo precisa compensar essa redução e, para isso, ele retira o cálcio dos ossos e o transporta para a corrente sanguínea. Por esse motivo, a osteoporose pode estar ligada diretamente à menopausa.

Ainda no início da menopausa, as mulheres perdem sua densidade óssea de forma rápida e, assim, o risco de desenvolver a doença aumenta consideravelmente. Após o surgimento da osteoporose, os ossos ficam mais fracos e frágeis e, devido a isso, podem ser quebrados com mais facilidade.

Essas fraturas podem ocorrer em qualquer tipo de queda, até em um deslize na hora de passar um pano na casa ou lavar a calçada, por exemplo. O que agrava a situação é que essas fraturas geralmente ocorrem em regiões importantes, como coluna vertebral e quadris.

Câncer de mama 🎗

Cuidar da saúde feminina é ainda mais importante a partir dos 40 anos, porque é nessa fase da vida que o surgimento do câncer de mama se torna mais comum. Isso se deve ao estresse celular que é ocasionado pelo envelhecimento, bem como aos fatores genéticos, isto é, você corre mais riscos se na sua família há histórico de pessoas com a doença (mãe, avó, tias, irmãs etc.).

Por esse motivo, é de fundamental importância a realização da mamografia a partir dessa idade, pois quanto antes o câncer de mama for detectado, maiores são as suas chances de cura.

Artrose 💊

Você pode achar normal sentir dores nas costas frequentes, por exemplo, porque pensa que elas são consequência de muito esforço realizado durante o dia. Pois bem, vamos deixar claro que nenhuma dor é normal. Quando você as sente, significa que o seu corpo está emitindo sinais de que algo não está certo.

Devido ao envelhecimento natural, é provável que as articulações também sofram desgastes. Conhecida como artrose, essa doença promove o desgaste da cartilagem que cobre as extremidades dos seus ossos. Assim, prejudica outros componentes da articulação, como ligamentos, líquido sinovial e membrana sinovial. Quando as articulações são comprometidas, a pessoa sente muita dor, inchaço e limitação funcional.

Entenda como a alimentação pode ser uma aliada

Veja dicas de saúde feminina a partir dos 40 anos

alimentação adequada é um dos principais fatores que ajudarão você a ter uma boa saúde. Eliminar o consumo de refrigerante e açúcar, por exemplo, já é um excelente começo para quem quer adquirir hábitos saudáveis.

Preparada para mudar o seu cardápio diário? Veja quais são os alimentos mais recomendados para as mulheres consumirem quando chegam aos 40 anos.

Aveia

Conforme mencionamos, a partir dos 40 o organismo passa a produzir mais colesterol ruim do que o bom. Nesse momento, é importante consumir aveia porque ela contém uma fibra solúvel (beta-glucanos) que auxilia na diminuição do LDL. Além disso, ela tem antioxidantes que ajudam a reduzir o acúmulo de placas nas paredes arteriais.

O ideal é consumir, pelo menos, 3 g desse grão todos os dias. Você pode misturar uma colher cheia no seu iogurte natural de manhã e outra nas suas frutas do lanche da tarde, por exemplo.

Cereja 🍒

Rica em antocianina e antioxidantes, a cereja é muito eficiente no combate à artrite, gota e outras doenças comuns que aparecem depois dos 40. A maioria desses problemas pode estar ligada ao aumento dos níveis de ácido úrico no organismo, o que leva à formação de pequenos cristais dentro das articulações. A cereja, por sua vez, ajuda o corpo a excretar esse ácido e, assim, diminuir as dores nas chamadas “juntas”.

Essa fruta pode ser consumida de diversas maneiras. Uma ideia bacana é fazer um suco e beber um copo (sem açúcar), de três a quatro vezes na semana.

Amêndoa

As amêndoas colaboram para a redução dos níveis de colesterol e açúcar no nosso organismo. Além disso, elas auxiliam no combate à osteoporose porque são ricas em magnésio e cálcio, componentes essenciais para cuidar da saúde dos ossos. Ainda por conta da presença dessas duas substâncias em sua composição, a oleaginosa ajuda a diminuir o inchaço do corpo.

Há diversas formas de você consumir a amêndoa. Uma dica interessante é adicioná-la à sua salada. Experimente misturá-la na rúcula, na alface ou no tomate. Temos certeza de que você não vai se arrepender do resultado!

Peixe 🐟

Só em falar em peixe já vem aquela comidinha japonesa à sua mente, certo? A notícia boa é que ela pode ser consumida sem medo e sem peso na consciência! Isso porque o peixe tem um componente essencial para o nosso organismo: o ômega 3. Esse elemento ajuda a diminuir a pressão arterial, o risco de desenvolvimento de arritmia cardíaca e, inclusive, o AVC.

Sendo assim, use e abuse do sashimi, pois como ele é consumido cru, os níveis de ômega 3 permanecem intactos. Lembrando que as maiores fontes desse nutriente são o atum, a sardinha e o salmão. 🍣

Soja

Muitas vezes, a soja é negligenciada no cardápio diário das pessoas. No entanto, ela desempenha um papel muito relevante na saúde, pois está diretamente relacionada à redução dos níveis de colesterol ruim. Além disso, em mulheres, o alimento aumenta a densidade óssea, o que é ótimo para evitar problemas como artrose e fraturas.

Para inserir a soja na sua alimentação, você pode optar por comprar feijão edamame e consumi-lo duas ou três vezes por semana. As bebidas de soja também são alternativas interessantes. Elas vão desde sucos (que podem ser consumidos no almoço e no jantar) até leite.

Tomate 🍅

Fundamental para a boa manutenção da saúde feminina, o tomate ajuda a combater um dos problemas mais temidos: as células cancerígenas. Graças ao licopeno, antioxidante presente no fruto, ele é capaz de impedir que essas células se formem e, ao mesmo tempo, protege as paredes arteriais da formação de placas.

O tomate pode ser consumido na sua salada diária ou, até mesmo, em forma de suco. Uma dica de ouro: beba 150 ml desse suco depois de 20 minutos de exercícios físicos. Essa é uma maneira simples de você se prevenir contra diversos tipos de câncer, como o de pulmão e o de estômago.

Leite integral

Assim como o leite de soja, o integral também é indicado para garantir uma boa saúde feminina. A razão disso é que ele combate a diminuição da massa muscular (algo muito comum quando se chega à casa dos 40 anos), principalmente se consumido após a realização de atividades físicas.

Essa bebida também proporciona benefícios no que diz respeito à estética, pois fortalece a saúde dos dentes e atua como um excelente hidratante corporal.

Além do mais, o leite integral contém cálcio em sua composição, nutriente essencial para combater a osteoporose. O ideal é que as mulheres consumam 1200 mg desse mineral por dia.

Frango 🐓

O frango é um dos alimentos com maior fonte de proteínas, ideal para manter o peso e melhorar a saúde dos músculos. Ademais, ele é rico em vitamina B, a qual é indispensável para os órgãos internos (como fígado, estômago e intestino) e essencial em processos energéticos. Os órgãos externos (como cabelo e pele) também são beneficiados por esse alimento.

A gente sabe que coxa e sobrecoxa são deliciosas, mas procure evitar esses cortes. Dê preferência ao peito, pois ele concentra apenas 2% de gordura. Para acompanhá-lo, experimente cozinhar uma batata-doce e um arroz integral. Ah, uma saladinha também cai bem nesse prato! 🥗

Veja os cuidados necessários com a pele e o corpo depois dos 40

Quando a idade chega, o principal fator emocional que é atingido é a autoestima da mulher. Muitas não se sentem bem com o aspecto da sua pele nem felizes com o seu corpo. O primeiro passo aqui é se aceitar do jeitinho que você é. Depois, é hora de colocar em prática ações que vão ajudá-la a se sentir melhor.

A seguir, listamos uma série de cuidados importantes que você precisa ter com a sua pele e o seu corpo tanto para preservar a saúde quanto para levantar a autoestima. Acompanhe!

Beba muita água 💦

A água é essencial para você ter uma pele bem hidratada e, acima de tudo, permitir que todos os seus órgãos funcionem adequadamente. Um de seus principais benefícios é em relação ao intestino, pois ela ajuda a diminuir a prisão de ventre, problema muito comum entre as mulheres. Ela ainda auxilia no tratamento das rugas, isto é, combate o envelhecimento precoce.

Beber água em jejum também é uma prática positiva, uma vez que essa bebida ajuda a estimular o sistema digestório após o extenso período de jejum que é feito enquanto você dorme. Inclusive, vale destacar que ingerir água morna com limão, ainda de estômago vazio, faz o intestino funcionar quase que imediatamente. É que, nesse momento, ela atua como um laxante.

Pratique exercícios físicos 🏋‍

Os exercícios físicos são indispensáveis, e não adianta inventar desculpas para fugir deles. Independentemente da sua idade, você precisa incluí-los na rotina. As pessoas só se dão conta do quanto o sedentarismo é um problema sério quando surge alguma doença, como diabetes, obesidade e demais enfermidades causadas pela falta de atividade física.

Caso você não seja acostumada a praticar exercícios, comece com atividades mais fáceis, como a caminhada. Faça o possível para realizá-las, pelo menos, três vezes na semana. Agora, se você pode ir um pouco mais longe, experimente frequentar uma academia, andar de bicicleta ou dar uma corridinha.

Invista em vitaminas 🍊

Para manter uma pele madura, você precisa investir em vitaminas. Adquirir cosméticos ricos em vitamina C e E também é uma decisão inteligente, pois ajudam a clarear as manchas da pele e a combater os efeitos do fotoenvelhecimento. Além disso, as vitaminas estimulam a produção de colágeno, substância que age para deixar a pele mais firme e sem marcas de expressão.

Você também pode consumir alimentos ricos em vitaminas C, como acerola, limão, abacaxi, laranja, agrião, espinafre, rúcula e kiwi. Os alimentos que contêm vitamina E são os óleos vegetais, o gérmen de trigo, a gema do ovo e os vegetais folhosos.

Use produtos anti-idade 💁‍♀

Os produtos anti-idade são excelentes aliados no combate às rugas, pelo fato de produzirem uma ação tensora que faz a pele ficar mais firme. Eles também contêm vitaminas (as quais citamos acima) que ajudam a proporcionar resultados mais duradouros e positivos.

Esses produtos podem ser encontrados facilmente. Mas, por favor, cuidado com as marcas baratas! Nesse caso, o barato pode sair muito caro. Lembre-se de que é a saúde da sua pele que está em jogo, e que produtos de má qualidade podem ocasionar alergias e outros problemas que afetam diretamente a sua imagem.

Faça limpezas de pele mensalmente

Não estamos falando aqui apenas de lavar o rosto com água e demais produtos. Apesar de esses procedimentos também serem de extrema importância, nesse momento, é necessário realizar uma limpeza de pele mais profunda, com o auxílio de profissionais especializados para isso.

Essa técnica ajuda a desobstruir os poros, o que permite que a pele respire melhor. Sabe aqueles carocinhos e imperfeições que geralmente aparecem? Eles vão embora! Além do mais, a limpeza de pele é útil para retirar acnes e camadas com manchas, amenizar a oleosidade e eliminar as células envelhecidas.

Saiba quais são os cuidados de beleza que você deve ter

Veja dicas de saúde feminina a partir dos 40 anos

Depois de falarmos bastante sobre saúde e bem-estar, chegou a hora de tratarmos de mais um assunto importantíssimo para nós, mulheres: cuidados de beleza. Além do uso da maquiagem, que ajuda a realçar a sua beleza, precisamos ter outros cuidados, principalmente com a pele do rosto para evitar a flacidez, o envelhecimento precoce e outros problemas comuns da idade.

Anote as dicas que daremos agora para colocá-las em prática o quanto antes!

Invista em peelings

Além de fazer uso de produtos anti-idade, é interessante investir no peeling para turbinar os resultados do seu tratamento. Esse procedimento também elimina o famoso bigode chinês e, inclusive, ajuda a tornar a pele mais luminosa e bonita após os 40 anos. Aliado com cremes antirrugas de qualidade, o peeling uniformiza o tom da pele (tchau, manchas!) e estimula a produção de colágeno.

No entanto, esse procedimento só deve ser realizado com um dermatologista da sua confiança. Do contrário, você corre o risco de ter resultados negativos e permanentes.

Esfolie o rosto regularmente

A esfoliação é um processo muito importante dentro dos cuidados com a saúde da pele. É responsável por eliminar as células mortas e desobstruir os poros, além de ajudar no combate às rugas. As marcas de expressão também são amenizadas e a produção de colágeno é estimulada por meio da massagem realizada com as pontas dos dedos.

Mas atenção: a esfoliação não pode ser feita todos os dias, viu? O tipo de pele deve ser levado em conta. Para mulheres que têm pele seca, o ideal é realizá-la a cada 15 dias. Já aquelas com pele oleosa podem fazer o procedimento duas vezes por semana. Para as peles mistas e normais, uma vez por semana é o suficiente.

Capriche na hidratação da pele

A hidratação não pode ser deixada de lado em hipótese alguma. Entenda que o momento após o banho é somente seu, pois é nessa hora que os cuidados serão exclusivos a você. Sim, você merece essa atenção. Afinal, trabalhar o dia todo e ainda cuidar dos compromissos do lar é uma rotina bem desgastante.

Durante o seu momento, capriche na hidratação. Dê atenção principalmente às áreas do pescoço e do colo, que costumam apresentar linhas finas e desenvolver um aspecto craquelado que deixam as manchas ainda mais evidentes.

Não abra mão do filtro solar

Ah, o protetor solar! ☀ Tão negligenciado por uns, mas indispensável no dia a dia para combater diversos problemas, inclusive, o câncer de pele. 😱 Portanto, se você ainda não tem esse costume, passe a ter a partir de agora. E apesar do nome do produto, ele deve ser aplicado mesmo naqueles dias em que o tempo estiver nublado ou chuvoso, ok?

Os raios UVA e UVB não estão para brincadeira! A ação deles acelera a decomposição do colágeno, e isso pode ocasionar o que chamamos de estresse oxidativo, que é quando surgem as rugas, as manchas e o ressecamento na pele.

Sempre retire a maquiagem antes de dormir

Teve uma noite agitada e chegou em casa muito cansada? Pois antes de se deitar, remova a sua maquiagem. 💄 Quando você não faz isso, as chances de surgirem cravos e espinhas aumentam. Com o tempo, esse mau hábito vai acelerar o envelhecimento e o desenvolvimento de rugas, em razão da dilatação dos poros.

Poderíamos passar o dia todo falando sobre os cuidados com a saúde feminina, mas vamos parar por aqui. Lembre-se de seguir os passos que apresentamos para evitar problemas no futuro, combinado? E, por fim, ressaltamos a importância de sempre consultar o seu médico de confiança para saber se está tudo bem com você.

Quer ter acesso a mais conteúdos interessantes como este? Então, assine agora a nossa newsletter para recebê-los em primeira mão! 📧

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-